Foi num dia desses, normais, azuis, com balanços e risadas ao fundo. Desses dias que a gente nem sabe por que nasceram, mas estão ali, nos empurrando o calcanhar, murmurando no nosso ouvido cantigas de uma nota só… Foi aí, que Surpreendente me atropelou. Sim, esse era o nome da coisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s